Alérgicos e cheiro de tinta: como resolver essa questão?

Quem é alérgico a cheiro de tinta sabe que toda reforma que envolve a pintura de um ou mais ambientes pode ser algo muito desgastante… Sobretudo se for necessário pintar o quarto onde a pessoa dorme. Isso porque o cheiro da tinta desencadeia processos alérgicos que podem variar desde uma simples coriza, até quadros de sinusite.

Mas será que há uma solução para esse problema aparentemente irreconciliável? Por incrível que pareça, há, sim. Hoje em dia, as tintas não são mais “todas iguais”. Então, se você é alérgico e sempre sofre quando sua casa é pintada, vai gostar deste artigo. 😉

Vem com a gente e boa leitura!

Ano novo, cara nova

Início de ano é sempre tempo de planejar novas ações, novos projetos… e dar uma renovada na casa. Aliás, é nesse período que muitas famílias se reúnem para decidir se dão uma nova cor à casa, uma “repaginada” em alguma parede, mudança na decoração… E há quem defenda que o começo do ano é sempre o melhor período para isso

Tintas renovam o ambiente

Mas toda reforma que se preze não pode deixar de lado a parte do acabamento e da pintura, já que dão o “toque final” para deixar os ambientes com aquele jeitinho de novo.

No universo das tintas, por exemplo, há uma série de possibilidades que podem ser usadas conforme o gosto e a necessidade da família. Tem tintas texturizadas, impermeáveis, brilhosas ou foscas, fora a quantidade ilimitada de cores.

Aliás, a relação das pessoas com as tintas é mais forte do que pensamos. A poetisa mineira Adélia Prado, em um de seus versos mais conhecidos, mostrou como a escolha da cor é impactante: “Uma ocasião, meu pai pintou a casa toda de alaranjado brilhante. Por muito tempo moramos numa casa, como ele mesmo dizia, constantemente amanhecendo”.

Mas e quanto ao cheiro?

Ao mesmo tempo em que as cores são importantes, vem a seguinte questão: e quanto ao cheiro? Viver numa casa “constantemente amanhecendo” é um sonho, não há dúvidas! Mas se esse constante amanhecer vier acompanhado de um forte odor de tinta, aí tudo pode virar um pesadelo. Crianças, animais e pessoas alérgicas podem sofrer bastante.

Muitas tintas convencionais contêm Compostos Orgânicos Voláteis (COVs), como benzeno, formaldeído e tolueno, que são liberados no ar durante o processo de secagem da tinta. Esses elementos químicos podem causar irritação nas vias respiratórias, dores de cabeça, tonturas e até mesmo problemas mais graves.

Esse cheiro de tinta pode desencadear reações alérgicas em pessoas sensíveis, provocando sintomas como espirros, coceira nos olhos, erupções cutâneas e dificuldade respiratória, provocando não apenas desconfortos desagradáveis, mas, também, prejuízo financeiro com consultas médicas e compras de medicamentos.

Animais de estimação também podem ser afetados. Eles podem desenvolver sintomas semelhantes aos humanos, incluindo irritação das vias respiratórias, náuseas e vômitos. Animais com sistemas respiratórios sensíveis, como aves e roedores, podem ser particularmente vulneráveis aos efeitos dessa poluição do ar interno.

Cheiro de tinta: há alternativas?

Mas nem tudo está perdido. Seguindo algumas recomendações, esse processo de pintura pode ser muito mais tranquilo para aqueles que têm alergias, e também às nossas crianças e pets. Tudo vai depender, porém, do tamanho do espaço que está sendo pintado.

1) Pintar e voltar depois

Uma alternativa que pode funcionar é pintar o ambiente quando a casa estiver vazia e aguardar um tempo para voltar – até que o cheiro tenha saído por completo. A desvantagem é que nem sempre será viável fazer isso, pois vai requerer que você e sua família tenham um segundo lugar para “morar” por um tempo. Então, embora seja uma “solução”, ela pode não ser tão prática.

2) Escolher tintas de boa qualidade

Outra sugestão é escolher tintas com qualidade superior. Em tese, elas devem apresentar um odor menos forte, que tenderá a ser disperso com mais facilidade. A questão é que elas podem ter um valor mais elevado e, mesmo assim, poderão vir com um pouco de cheiro.

Tinta mineral: a melhor solução para quem é alérgico

Para quem tem alergia a cheiro de tinta, a tinta mineral da Kröten Ecotintas pode ser a saída! Feita com os mais altos padrões de qualidade e respeito ao meio ambiente – já que utiliza em sua composição materiais que não agridem a natureza – ela é uma alternativa para pessoas alérgicas. Sem cheiro, nem parece que a casa acabou de ser pintada!

Mas se você acha que parou por aí, enganou-se! A tinta feita pela Kröten, e que é distribuída a todo o Brasil, é livre daquele processo conhecido como “descascamento”. 

Isso mesmo! Aliando alta tecnologia de produção e excelentes matérias-primas, a tinta mineral, após ser aplicada na superfície, simplesmente se funde à parede. Assim, você não vê aquela “camada” de tinta descolando, pois a tinta e a parede “viram uma coisa só”.

Então, se tem pessoas alérgicas em sua casa e você precisa pintar algum cômodo, ou mesmo a casa toda, não tenha dúvidas: acesse www.krotentintas.com.br e surpreenda-se!

Imagem: Humano foto criado por wayhomestudio – br.freepik.com

16 comentários

  1. Rosangela Responder

    Sou muito alérgica a qualquer tipo de cheiro principalmente o odor forte da tinta.
    Estava pesquisando e encontrei vocês….vou testar essa.tinta mineral e tomara que dê certo.
    Agradeço

  2. Pame Martins Responder

    Depois disso mudou a minha vida rsrsr é sério, sempre sofria com alergia de tinta, confesso que vou testar pra ver se funciona

  3. Barber Shop Jardins Responder

    Uma vez comprei uma tinta que era sem cheiro, mas tinha uma essência dentro pra deixar “sem cheiro” e a situação ficou bem pior. Quero saber se essa tinta é realmente sem cheiro? e onde eu posso comprar. Tks

  4. Arq. Ticiane S. Araujo Responder

    Tem como se cadastrar como profissional parceiro? Eu trabalho com obras hospitalares e preciso com frequência de tinta sem cheiro. Não encontrei o produto de vocês em Goiânia. Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *